Seminário sobre animais peçonhentos é marcado com inauguração de placa em homenagem à Vital Brazil

Muitos estudantes e pesquisadores acompanharam  Seminário “Animais Peçonhentos em Minas Gerais”, que aconteceu nos dias 10 e 11 de dezembro, na Fundação Ezequiel Dias (Funed), em Belo Horizonte (MG).

O Evento foi mais uma das comemorações aos 120 anos da soroterapia antiofídica e aos 150 anos do cientista mineiro Vital Brazil, descobridor da especificidade dos soros antipeçonentos, considerado um dos grandes avanços na história da medicina e das ciências. Na ocasião, uma placa, celebrando os dois acontecimentos, foi instalada e inaugurada na sede da Funed. Foi um momento de muita emoção para todos os presentes, que até hoje são inspirados pelo legado deixado por Vital Brazil acerca da soroterapia e de animais peçonhentos.

De acordo com Érico Brazil, presidente da Casa de Vital Brazil e membro da Rede Vital para o Brazil, esta homenagem faz de uma mobilização que inclui de diversas instituições que tem o compromisso com a soroterapia. A primeira placa foi inaugurada na França, no Museu de História natural de Paris. A Funed foi a primeira instituição brasileira a receber a placa – esta confeccionada pelo artista plástico Afonso Rocha – que é um o marco representativo em reconhecimento do trabalho dos cientistas considerados pioneiros nas pesquisas relacionadas à soroterapia antiofídica no Brasil e no mundo.

12376439_950876334992174_2790869218720026594_n

“Realizar este evento e homenagear Vital Brazil é uma honra e uma maneira de promover a união entre os pesquisadores de Minas Gerais e de todo o país”, disse Renato Fraga, presidente da Funed, durante a abertura do evento, que também contou com a presença do chefe da Divisão de Pesquisa do Centro de Produção e Pesquisa de Imunobiológicos (CPPI), João Carlos Minozzo; do diretor industrial da Funed Luiz Antônio Marinho; do diretor do Museu Biológico do Instituto Butantan, Giuseppe Puorto; do diretor científico do Instituto Vital Brazil, Cláudio Maurício de Souza; da representante Secretaria de Saúde de Minas Gerais, Adelaide Sales Bessa; e do representante do Ministério da Saúde, Ricardo Gadelha.

O evento também foi palco para o lançamento do Guia de Bolso “Animais Peçonhentos”, produzido pela Fundação Ezequiel Dias (Funed), em conjunto com diversos pesquisadores de Minas Gerais e o Conslho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

12310708_950890311657443_1688737371871322114_n

O guia ilustrado traz informações que visam facilitar o reconhecimento das espécies mais frequentemente encontradas em residências, sítios e fazendas, especialmente do estado de Minas Gerais, além de conter informações sobre história natural das espécies e medidas de primeiros socorros em caso de acidentes.

Anúncios
Publicado em Notícias | Deixe um comentário

Rede Vital para o Brasil se reúne em Belo Horizonte

11221656_10207123582759372_3267464964184088176_n

A 22ª reunião da Rede Vital para o Brasil, aconteceu na manhã desta quarta-feira (09), na Fundação Ezequiel Dias (Funed), em Belo Horizonte (MG), e teve como objetivo discutir, avaliar e planejar ações que visam a divulgação e debate sobre questões acerca dos animais peçonhentos e dos acidentes relacionados aos mesmos.

Na ocasião, tratou-se também sobre a organização do Seminário Animais Peçonhentos em Minas Gerais, que acontece nos próximos dias 10 e 11 de dezembro, na Funed.

12341364_10207123584279410_8608372323318695384_n

A Rede Vital para o Brasil foi criada com o propósito de agregar, representar e apoiar diferentes pesquisadores e profissionais, associações e instituições que exercem atividades nas diversas áreas relacionadas aos animais peçonhentos e seus venenos.

Publicado em Notícias | Deixe um comentário

Encontro Nacional celebra 150 anos do Cientista Vital Brazil

IMG_3677

O encontro, que aconteceu entre os dias 21 e 23 de outubro de 2015 – no Auditório do Museu Biológico do Instituto Butantan, em São Paulo –, celebrou os 150 anos de nascimento do cientista Vital Brazil Mineiro da Campanha e os 70 anos de inauguração do Hospital Vital Brazil.

O evento teve como objetivo reunir estudantes e pesquisadores de todo o país, além de instituições ligadas ao tema, na expectativa de estimular a cooperação permanente e ações conjuntas, visando a qualificação profissional, o avanço de pesquisas e a divulgação científica.

A programação incluiu palestras, mesas-redondas e minicursos sobre temas como diagnóstico, tratamento e prevenção de acidentes por animais peçonhentos, inovação e novos produtos que utilizam venenos de animais. 

0e0b667f-95e5-476a-8c1a-0d9561edf3ac A mesa de abertura do evento reuniu profissionais das áreas de saúde e de ciências biológicas, que fizeram uma exposição da vida e trabalho do médico e cientista Vital Brazil Brazil Mineiro da Campanha (1865 – 1950), cujo suas pesquisas sobre veneno, animais e soroterapia peçonhenta são referências de cunho internacional, no qual o Brasil pôde alcançar excelência e destaques nos fóruns científicos em todo o mundo.

Participaram da mesa de abertura o diretor do Instituto Butantan, o médico Jorge Kalil; o presidente do Instituto Vital Brazil, o médio Antônio Werneck; a representante da Fundação Ezequiel Dias (Funed), a bióloga Giselle Cotta; a coordenadora da Rede Vital para o Brasil (RVB), a bióloga Rejâne Lira; a presidente da comissão organizadora do evento, a bióloga Eliana Faquim; e o representante da RVB e da Casa de Vital Brazil, Érico Vital Brazil.

Publicado em Notícias | Deixe um comentário

RVB participa de encontro em Portugal

12109117_929012880511853_1533960752906770951_n

O 2º Encontro Luso-Brasileiro de História da Medicina Tropical aconteceu entre os dias 14 à 16 de outubro, no Instituto de Higiene e Medicina Tropical de Lisboa, em Portugal. O evento, que teve como objetivo possibilitar discussões sobre os determinantes histórico-sociais da medicina tropical – além de suas relações com as políticas nacionais de saúde e a saúde global -, contou com a participação de representantes da Rede Vital para o Brasil.

As pesquisadoras Rejane Lira, Rosany Bochner e Tânia Kobler, juntamente com os pesquisadores Érico Vital Brazil e Luis Eduardo Ribeiro da Cunha, participaram de uma mesa-redonda que tratou das contribuições do médico sanitarista Vital Brazil para a medicina tropical, desde o envenenamento até a especificidade da soroterapia, passando também pela trajetória deste cientista brasileiro que doou a patente do soro antiveneno ao povo de seu país, garantido a gratuidade do tratamento em todo o Brasil.

Publicado em Notícias | Deixe um comentário

Aplicativo para smartphone sobre Manejo Clínico de Acidentes por Animais Peçonhentos foi criado pela Secretaria de Estado de Saúde Pública do Pará

Repost: Carla Fischer

O Aplicativo Móvel para smartphone sobre Manejo Clínico de Acidentes por Animais Peçonhentos, criado em agosto de 2013, pelo Núcleo de Tecnologia da Informação e Informática em Saúde (NTIIS), da Secretaria de Estado de Saúde Pública do Pará (Sespa), esteve entre os projetos homenageados durante a  “ShowTech”, que aconteceu na sala Mário de Andrade, do hotel Crowne Plaza, em Belém.

O evento nacional é voltado para líderes e gestores de Tecnologia da Informação e demais envolvidos em processos de contratação de soluções de TI para os órgãos públicos. A Sespa foi representada pelo coordenador do NTIIS, Marcos Oliveira Silva; o coordenador do Núcleo articulado com a Empresa de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Pará (Prodepa), Roberto Alves Amanajás; e o diretor de Desenvolvimento de Sistemas do Prodepa, Odlaninger Monteiro.

E já estamos com mais três aplicativos prontos para serem publicados: manejo clínico nos casos de Chikungunya, Dengue e Leishmaniose. O aplicativo que foi premiado durante o evento já possui mais de 10 mil downloads", explicou Marcos Oliveira FOTO: JOSÉ PANTOJA / ASCOM SESPA DATA: 15.05.2015 BELÉM - PARÁ

Apresentação do aplicativo pelo coordenador do NTIIS, Marcos Oliveira Silva. FOTO: José Pantoja / ASCOM SESPA
DATA: 15.05.2015
BELÉM – PARÁ

“Essa homenagem proporciona mais visibilidade ao Núcleo. Não trabalhamos somente com manutenção de máquinas, também somos provedores de soluções tecnológicas que vão influenciar no cotidiano das pessoas. E já estamos com mais três aplicativos prontos para serem publicados, para o manejo clínico nos casos de Chikungunya, Dengue e Leishmaniose. O aplicativo Manejo Clínico de Acidentes por Animais Peçonhentos já tem mais de 10 mil downloads”, explicou Marcos Oliveira.

O aplicativo é pioneiro no país entre softwares desenvolvidos para telefones celulares voltados para o setor de saúde. O projeto foi uma criação da Sespa em parceria com o Centro de Informações Toxicológicas (CIT-Belém), do Hospital Universitário João de Barros Barreto. O programa facilita o acesso dos profissionais de saúde às orientações para o atendimento adequado e imediato às vítimas em casos de acidentes com animais peçonhentos. Uma vez baixado no celular, o conteúdo fica à disposição dos profissionais em qualquer lugar e a qualquer hora.

“Essa premiação é o resultado do nosso esforço. A repercussão é grande e o aplicativo chegou até o usuário e ao nosso corpo clínico da área de saúde. Hoje, já temos esse nosso trabalho divulgado pela secretaria estadual de Rondônia, mas o aplicativo possui domínio público e pode ser modificado para acrescentar informações específicas de cada região”, explicou Amanajás.

O aplicativo foi desenvolvido pelos analistas de sistemas Ivo César Alencar e Luiz Fernando Covre. Utilizando tecnologia de codificação web, a dupla adaptou o conteúdo sobre Manejo Clínico de Acidentes por Animais Peçonhentos para a linguagem de internet, permitindo que ele possa ser baixado para smartphones e acessado em qualquer lugar do mundo.

Serviço: O aplicativo está disponível para download no site da Sespa (www.saude.pa.gov.br) e, por enquanto, só pode ser baixado do Google Play para smartphones que dispõem do sistema Android.

Disponível em: http://www.agenciapara.com.br/noticia.asp?id_ver=112552

Publicado em Notícias | Deixe um comentário

Alagoas registrou 2.926 acidentes com animais peçonhentos em 2014

Repost: Tribuna Hoje

A Secretaria de Saúde do Estado de Alagoas tem alertado sobre os cuidados que se devem ser tomados para diminuir o número de acidentes com animais peçonhentos, que podem levar a graves problemas de saúde, sequelas e até óbitos.

Segundo especialistas, os acidentes por esses animais tendem a aumentar entre os meses de outubro e março, considerado o período mais quente do ano, entretanto na Região Nordeste não há estações bem definidas, de forma que os acidentes acontecem ao longo de todo ano.

Escorpiao

Foto: Ascom / Sesau-AL.

Segundo a assessoria do Hospital Escola Dr. Hélvio Auto (Maceió, AL), de janeiro a maio do ano passado aconteceram 1.657 acidentes com animais peçonhentos. Durante todo o ano de 2014 foram 2.926 casos. Em 2015, de janeiro a março, 875 pessoas procuraram atendimento por causa de picadas de animais peçonhentos.

De acordo com a assessoria do Hospital Hélvio Auto, em Alagoas, existem oito unidades de referência para o tratamento às vítimas de animais peçonhentos: Unidade de Emergência Dr. Daniel Hoully, em Arapiraca; Hospital Carvalho Beltrão, em Coruripe; Unidade Mista Dr. Antenor Serpa, em Delmiro Gouveia; Hospital Regional Santa Rita, em Palmeira dos Índios, Unidade Mista Senador Arnon de Melo, em Piranhas; Unidade de Emergência Antônio de Jesus, em Penedo; Unidade Mista Djalma dos Anjos, em Pão de Açúcar; e Hospital Escola Hélvio Auto, em Maceió.

Em Maceió, a gerente de Controle de Zoonoses e Vetores da Sesau, Silvana Tenório, recomenda que a vítima procure um dos cinco Ambulatórios 24 Horas. “Isso porque, apenas os casos moderados e graves devem ser encaminhados para o Hospital Escola Hélvio Auto”.

Confira a matéria na íntegra em: http://www.tribunahoje.com/noticia/140168/saude/2015/05/02/alagoas-registrou-2926-acidentes-com-animais-peconhentos-em-2014.html

Publicado em Notícias | Deixe um comentário

CFBio conclama os Biólogos a participarem de Consulta Pública sobre anfíbios e serpentes

Repost: site do Conselho Federal de Biologia (CFBIO)

O Conselho Federal de Biologia (CFBio) conclama os Biólogos a participarem de consulta pública sobre anfíbios e serpentes em cativeiro para produção, manutenção ou utilização em atividades de ensino ou pesquisa científica. As contribuições serão recebidas até 27 de junho de 2015, pelo Conselho Nacional de Controle de Experimentação Animal (CONCEA).

BlogWebsite-451-416-Imagem
Conforme explica o texto disponibilizado pelo Edital nº2, de 27 de abril de 2015, que estabelece a Consulta Pública, o manejo de animais silvestres em cativeiro é geralmente feito visando a realização de trabalhos científicos, a exposição pública dos animais em museus ou parques zoológicos, a extração de matéria prima utilizada na pesquisa ou para fins de produção.

“Em relação à manutenção em cativeiro, existe uma vasta literatura detalhando técnicas de manejo em peixes, aves e mamíferos. As serpentes e anfíbios, no entanto, são bastante desconhecidos nesse aspecto, existindo pouca informação sobre a sua manutenção e o seu comportamento em cativeiro”, afirma o documento.

As pessoas ou instituições interessadas em participar desta Consulta Pública deverão encaminhar suas sugestões de texto até 27 de junho de 2015, para o e-mail consultapubl.concea@mcti.gov.br.

Para maiores informações, acesse: http://www.cfbio.gov.br/artigos/CFBio-conclama-os-Biologos-a-participarem-de-Consulta-Publica-sobre-anfibios-e-serpentes#.VVkyfgx8yD8.facebook.

Publicado em Notícias | Deixe um comentário